App Lock

Já faz um tempo que tenho um receio grande de utilizar aplicações financeiras e bancárias no celular. É verdade, não acho que o mobile seja ainda um lugar seguro para fazer qualquer tipo de consulta ou transação. Porém, andei fazendo testes com algumas aplicações de “lock de aplicativos” que fizeram com que eu me senti-se um pouco menos inseguro.

Esse tipo de aplicação tem como objetivo, bloquear o uso de certos aplicativos colocando um mecanismo de autorização na execução do aplicativo, ou seja, toda vez que o aplicativo for chamado, seja a primeira vez ou seja em background o app locker irá pedir para que você autorize a execução de aplicativo.

Fiz o teste com 3 applicativos: Shake AppLock, App Lock e Smart AppLock

Como atualmente utilizo um LG Optimuns L5 e não tenho todo o poder de processamento que eu gostaria, levei muito em conta duas coisas para avaliar as 3 apps, performance e praticidade. Em ambos os quesitos fiquei com o Shake AppLock, que se demonstrou, rápido, simples de gerenciar e não ocupa muito espaço.

Quem sabe um dia não decido usar Finance e Banking no celular. Longe ou não, eu com certeza utilizaria um LockApp.

 

Assinando documentos com LibreOffice

LibreOffice e seu trabalho com certificados digitais

Quando aplicamos a ideia de assinatura digital em um documento, um checksum é gerado a partir do conteúdo do seu documento juntamente com sua chave pessoal. Esse checksum e sua chave pública são anexados ao documento assinado.

Para que o LibreOffice consiga disponibilizar a opção de assinatura digital em documentos é necessário que uma variável especifica seja configurada. De acordo com a documentação oficial, essa variável, deve ser apontada para o perfil mozilla do seu navegador, aonde sua chave foi armazenada pela a autoridade certificadora.

Sendo assim a forma mais simples de configurar o LibreOffice para assinar seus documentos é, através do seu navegador Firefox, requisitar um certificado em uma autoridade certificadora e, em seguida, instruir o LibreOffice para buscar o certificado no perfil do navegador.

 

Mãos na massa

 

Gerando o certificado

Para que possamos assinar qualquer documento, precisamos primeiro ter um certificado válido que pode ser emitido por uma das diversas autoridades certificadoras como: Comodo, StartSSL, Cacert.

Nesse artigo, vou mostrar passo a passo como gerar seu certificado pela Cacert Community.

  • Utilizando o navegador Mozilla Firefox, acesse o site:
  • Na direita clique em Join;
  • Onde será exibida a tela de cadastro;

 

 

      • Preencha-a corretamente;
      • Clique em next;
      • Uma tela de confirmação irá aparecer requisitando que você verifique o seu e-mail para continuar o procedimento;
      • Após confirmação, faça login no site da Cacert;
      • Do lado direito, clique na opção certificados de cliente, e na opção Novo;
      • Prossiga com as instruções do site, que irá lhe fazer algumas perguntas e gerar um certificado para você, seguido de um e-mail de confirmação, para que você consiga instalar o certificado no seu navegador.

Com o certificado instalado, vamos apenas confirmar se ele já está disponível nos certificados do nosso navegador Firefox. Para isso entre em:

Editar → Preferências → (tab)Avançado → (sub-tab)Criptografia → Certificados

Verifique na aba Seus certificados, que você tem um certificado disponível.

 

Configurando o meio de acesso do LibreOffice ao certificado

Com o certificado em mãos, e para possibilitar que os usuários assinem seus documentos, precisamos fazer com que o LibreOffice consiga acessar esse certificado. Para isso, devemos configurar a variável MOZILLA_CERTIFICATE_FOLDER.

 

  1. Descubra qual é o nome do seu perfil do mozilla, isso pode ser feito da seguinte forma:
    1. Execute o seguinte comando$ ls ~/.mozilla/firefox
    2. Note que o diretório do perfil deve ser semelhante a: gfrjrq0k.default
  2. Com esse nome em mãos precisamos configurar a variável da seguinte maneira:
    1. Execute o comando:$ export MOZILLA_CERTIFICATE_FOLDER=”~/.mozilla/firefox/<profile-name>/”
      1. Substitua <profile-name> pelo nome do seu perfil, conseguido no item anterior;
    2. Para que essa alteração não seja perdida, é bom que você adicione-a no seu arquivo ~/.bashrc
      1. Execute o comando:$ echo “export MOZILLA_CERTIFICATE_FOLDER=~/.mozilla/firefox/<profile-name>/” >> ~/.bashrc

Com essas configurações efetuadas, o LibreOffice já deve ser capaz de utilizar o certificado emitido pela CAcert para assinar os Documentos.


Assinando o documento pelo LibreOffice

Com todos os passos feitos agora basta abrir o seu documento e assinar. Para isso

  • Clique em: Arquivo → Assinaturas Digitais ;
  • Em seguida no botão: Assinar Documento;
  • Agora basta selecionar o certificado exite para assinatura;

 

  • Certifique-se que a seu certificado foi escolhido;
  • Clique em close;

Repare que seu documento foi assinado na barra inferior do LibreOffice.

 

 

Símbolos possíveis para assinatura digital

 

Assinatura válida;
Assinatura válida porém o certificado não pode ser validado.Ou A assinatura e o certificado estão OK, mas o documento não está assinado em todas as partes;
A assinatura está inválida;

Quando assinamos documentos ou recebemos documentos assinados, temos três ícones que podem aparecer:

 

Cópia de segurança do certificado

Quando geramos o certificado, vimos que ele ficou armazenado no gerenciador de certificados do nosso navegador, ou seja, não temos um arquivo para guardar e conseguir reutilizar, se perdermos o arquivo de certificados do navegador.

Para efetuarmos uma cópia de segurança, basta exportar o certificado diretamente do gerenciador de certificados do Firefox. Para isso:

 

  1. Para salvar um cópia do certificado, no Firefox, entre em
  2. Editar -> Preferências -> (tab)Avançado -> (sub-tab)Criptografia → Certificados.
  3. Nesse ponto será apresentado o gerenciador de certificado que classifica os certificados em: Seus, de Pessoas, Servidores, Autoridades e outros. O certificado emitido está na tab “Seus certificados”
  4. Clique sob o certificado e em seguida, clique em detalhes, onde há uma opção de export.
  5. Salve-o em um lugar conveniente
  6. Não o perca !!!!

 

Referências

http://help.libreoffice.org/Common/About_Digital_Signatures – 18/03/2011

http://help.libreoffice.org/Common/Digital_Signatures – 18/03/2011

http://wiki.services.openoffice.org/wiki/How_to_use_digital_Signatures – 18/03/2011

http://help.libreoffice.org/Common/Applying_Digital_Signatures/pt-BR – 18/03/2011

http://wiki.services.openoffice.org/wiki/Certificate_Detection – 18/03/2011